Entrevistas

Novas fronteiras em Cardiologia analisadas no “Focus on CTO”
Prof. Doutor Fausto Pinto, Dr. Pedro Canas da Silva, Dr. Pedro Pinto Cardoso
14 Jan. 2019

O Hospital de Santa Maria, em Lisboa acolheu a segunda edição do curso "New Frontiers in Cardiology - Focus on CTO”, que decorreu nos dias 10 e 11 de janeiro e superou expectativas. O My Cardiologia conversou com o chairman do curso, Prof. Doutor Fausto Pinto, com o co-chairman, Dr. Pedro Canas da Silva e com o diretor da formação, Dr. Pedro Pinto Cardoso, que explicaram a importância desta sessão que contou com mais de 100 inscritos. Assista ao vídeo da reportagem.

AHA Scientific Sessions 2018: “Um encontro rico em resultados”
Prof. Doutor Victor Gil, presidente-eleito da Sociedade Portuguesa de Cardiologia
11 Dez. 2018

A cidade de Chicago recebeu a reunião científica anual organizada pela American Heart Association (AHA) Scientific Sessions 2018, que decorreu de 10 a 12 de novembro no McCormick Place. Em entrevista ao My Cardiologia, o Prof. Doutor Victor Gil, presidente-eleito da Sociedade Portuguesa de Cardiologia para o biénio 2019-2021, abordou os tópicos de maior relevância do evento, reforçando que “2018 está a ser um ano rico em resultados em Cardiologia”. 

 

 

34.ªs Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes garantem atualização de especialistas de diferentes áreas da Medicina
Prof. Doutor Manuel Carrageta, comissão organizadora 34.ªs Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes
11 Dez. 2018

“As Jornadas mais antigas de inter-relação entre as especialidades de Cardiologia e Medicina Geral e Familiar (MGF)”. É assim que o Prof. Doutor Manuel Carrageta caracteriza as Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes, cuja 34.ª edição decorre entre os dias 17 e 19 de janeiro de 2019, no Hotel do Mar, em Sesimbra. O evento, que perspetiva uma “grande participação”, com “500 a 600 participantes”, espera ser um espaço de atualização e formação para “médicos de família, internistas, cardiologistas e outras especialidades, num plano de igualdade”. Assista ao vídeo da entrevista do especialista ao My Cardiologia.

 

Doentes e profissionais de saúde responsáveis pela falta de controlo dos níveis de colesterol LDL
Dr. Almeida Nunes, Medicina Interna do Hospital Lusíadas Lisboa
04 Dez. 2018

“Desde sempre que os doentes não estão muito bem controlados relativamente ao colesterol total e ao colesterol LDL”. Quem o afirmou foi o Dr. Almeida Nunes, durante a Reunião da Mylan. Em entrevista ao My Cardiologia, garantiu que este é um problema urgente na população portuguesa, que se pode dever a diversas razões, tanto do lado do próprio doente, como do lado do profissional de saúde. Assista ao vídeo.

 

Controlo das doenças cardiovasculares passa pela “mudança do estilo de vida” a longo prazo
Dr.ª Maria João Oliveira, Endocrinologia Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho
04 Dez. 2018

“A mudança do estilo de vida é muito importante. Não só a atividade física, mas também a criação de bons hábitos alimentares que devem persistir para toda a vida”. Este foi um dos conselhos dados pela Dr.ª Maria João Oliveira, durante a Reunião da Mylan. A melhor forma de o conseguir, afirmou, é privilegiando a dieta mediterrânea, reduzindo o consumo de gorduras saturadas e de alimentos processados e muito ricos em açúcar. Assista ao vídeo da entrevista ao My Cardiologia.

 

Fármacos antidislipidémicos: por que deveriam ser considerados “fármacos que prolongam a vida?”
Dr. Carlos Aguiar, Cardiologia Hospital de Santa Cruz
04 Dez. 2018

Uma das ideias-chave mais marcadas pelo Dr. Carlos Aguiar, durante a Reunião da Mylan, foi a de que “os fármacos antidislipidémicos são, na verdade, fármacos que prolongam a vida e assim deveriam ser classificados”. O facto de os doentes não interiorizarem que a medicação não serve somente para baixar os níveis de colesterol é, na opinião do especialista, um enorme entrave ao controlo da patologia. Assista ao vídeo da entrevista ao My Cardiologia.

 

Principais mensagens da Reunião da Mylan através da perspetiva dos especialistas de Medicina Geral e Familiar
Especialistas de Medicina Geral e Familiar
04 Dez. 2018

Os especialistas de Medicina Geral e Familiar (MGF) são, geralmente, o contacto mais direto com os doentes, pelo que são, muitas vezes, quem primeiramente diagnostica problemas cardiovasculares. Neste sentido, é importante que os mesmos estejam preparados para atuar, em especial, ao nível da prevenção. Como tal, os médicos de MGF foram os destinatários da Reunião da Mylan, que decorreu a 10 de novembro, no Troia Design Hotel. Em entrevista ao My Cardiologia, alguns dos especialistas foram desafiados a destacar os pontos altos do evento e a comentar a nova esperança no tratamento dos problemas cardiovasculares. Assista ao vídeo.

 

Doente cardiovascular deve ser primeiramente abordado “como pessoa” e de forma multidisciplinar
Dr.ª Ana Luísa Cardoso, psicóloga especialista em Psicologia Clínica e da Saúde
04 Dez. 2018

Ter em atenção o autoconceito do doente de saúde e doença, abordar o doente como pessoa e como um todo e assumir uma intervenção multidisciplinar. De acordo com a Dr.ª Ana Luísa Conduto, psicóloga, estas são algumas atitudes que devem estar presentes aquando da relação médico-doente, tendo como fim uma boa adesão à terapêutica. Em entrevista ao My Cardiologia, durante a reunião da Mylan, a especialista em Psicologia Clínica e da Saúde relembrou que “antes de serem doentes são pessoas”. Assista ao vídeo.

 

“Dislipidemia extraordinariamente silenciosa” faz com que o risco cardiovascular passe despercebido
Prof. Doutor Pedro Monteiro , Cardiologia Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra
04 Dez. 2018

Em entrevista ao My Cardiologia, o Prof. Doutor Pedro Monteiro afirmou que a atual realidade, no que diz respeito à falha no controlo dos doentes cardiovasculares, deve-se a diversas razões. Como o especialista referiu, “a dislipidemia é extraordinariamente silenciosa”, o que pode fazer com que o risco cardiovascular passe despercebido, tanto da parte do próprio doente, como da parte dos profissionais de saúde que o acompanham. Assista ao vídeo.

 

O impacto da anemia na abordagem das doenças cardiovasculares
Dr. António Robalo Nunes, presidente do Anemia Working Group Portugal
20 Nov. 2018

A nível nacional, a problemática da anemia tem como raízes o subdiagnóstico, a falta de conhecimento e, por conseguinte, o subtratamento. Se não tratada, a anemia pode agravar outros problemas de saúde, tais como a insuficiência cardíaca. No âmbito do Dia da Anemia, que se assinala a 26 de novembro, o My Cardiologia conversou com o Dr. António Robalo Nunes, presidente do Anemia Working Group Portugal (AWGP), que sublinha o impacto da anemia no seio da Cardiologia. Assista ao vídeo.

Newsletter

I agree with the Termos e Condições

Opinião

Quanto mais cedo melhor: o exemplo da hipercolesterolemia familiar
Dr. Pedro Marques da Silva, internista do Hospital de Santa Marta
Os “novos” antidiabéticos na doença cardiovascular
Dr.ª Ana Margarida Monteiro, assistente hospitalar de Endocrinologia, Hospital de Braga

Apoio

Medinfar