Entrevistas

Cardiologia portuguesa “está ao nível do melhor que se faz na Europa”

30 maio 2022

Chegado ao fim do Heart Failure 2022, a Prof.ª Doutora Cristina Gavina, diretora do Serviço de Cardiologia do Hospital Pedro Hispano/Unidade Local de Saúde de Matosinhos, fez o balanço e partilhou, com a My Cardiologia, a sua opinião sobre o congresso, do qual enalteceu, sobretudo, a “grande participação e discussão”. Veja o depoimento em vídeo.

“Neste congresso, voltámos felizmente ao formato presencial, mas foi mantida a participação online, o que facilita a colocação de questões. Além disso, houve mais tempo dedicado às discussões, tornando-as, por estes motivos, muito interessantes e muito ricas”, referiu a Prof. Doutora Cristina Gavina que deu, a título de exemplo, “as discussões das guidelines que receberam perguntas provocadoras o que permitiu aos membros do painel justificarem o racional subjacente às alterações que as guidelines têm sofrido.”

Foi destacada ainda pela Prof.ª Doutora Cristina Gavina “a participação dos portugueses, nomeadamente dados do centro coordenado pela Prof.ª Doutora Cândida Fonseca, pioneiro na inovação do uso da carboximaltose férrica no tratamento da ferropenia associada à insuficiência cardíaca” e ainda o projeto Semana do Coração, uma iniciativa de sensibilização para a insuficiência cardíaca que decorreu no Hospital de Penafiel e que mereceu o prémio “Heart Failure Awareness Day 2022 Competition” ao Grupo de Estudos de Insuficiência Cardíaca”. Sucintamente, a Prof.ª Doutora Cristina Gavina apontou que, “partindo do que foi aqui apresentado, pode-se concluir que os médicos portugueses estão ao nível do melhor que se faz na Europa ao nível da insuficiência cardíaca.”

Newsletter

Agenda

Agenda

PUB

Apoio

AstrazenecaAzevedosCSL Vifor Merck

 

PfizerRecordatiTecnimedeViatris